terça-feira, setembro 20, 2016

Dão-se explicações



Os número não mentem e se os juntarem à expressão "empatar com o último" é de pôr um gajo em transe, sim.

É impossível não se olhar para este Porto e encontrar sinais de crise profundos. E não é apenas pelo facto de ter empatado com o último do campeonato, mas pela equipa ser incapaz de encontrar soluções para ultrapassar um adversário tão frágil como o Tondela que até deixamos rematar melhor do que nós (3 remates para 2 nossos enquadrados com a baliza). Todos nós já andamos cansados de perceber o que se passa sem que se consiga perceber se a mensagem passa a quem está a comprar jogadores há três anos.

Meus senhores, percebam isto: não temos um médio que seja capaz de fazer a ligação ao ponta de lança, nem se percebe qual o interesse de colocar os dois lado a lado quando André Silva tem potencial individual para romper e assistir. Será assim tão difícil perceber que Depoitre nunca pode vir procurar a bola em zonas laterais do campo, ficar distantes da baliza onde está visivelmente desconfortável? Será tão assim tão difícil de pedir aos alas para trabalharem com os médios e libertarem os pontas de lança para tarefas de finalização nos cruzamentos? Tanta incompetência...

Sem comentários:

Enviar um comentário