sábado, outubro 01, 2016

Na Madeira com o blá, blá, blá melhorado



O nosso treinador começa a surpreender pela extraordinária capacidade de encher chouriços para fora. Eu resumo-vos os desta semana:

"o FC Porto tem de ganhar sempre". 
"equipa tem uma fome de vitórias tremenda".
"Sabemos da responsabilidade que temos, sabemos que temos de ganhar o jogo. Respeitamos muito o adversário, mas o foco é essencialmente em nós"
"Nós vamos ter de ser capazes de encontrar soluções para finalizar com critério as nossas acções"
"Os jogadores estão conscientes de que têm de pensar no FC Porto 24 horas. 
"Fazer do FC Porto o que sempre foi, um clube vencedor"
"Todos os dias temos que viver com essa pressão de ganhar, de melhorar, e de ultrapassar limites".

Podemos falar agora do que importa? O Nacional está finalmente a melhorar, vem de duas vitórias consecutivas, seis pontos e subida de vários lugares na Liga, após um péssimo arranque (quatro derrotas seguidas). Já nós, segundo a banha de cobra vendida pelo nosso treinador, temos que acreditar mais no sistema e menos na táctica (o quê?). Por isso, a Choupana parece-me o local ideal para encaixar as palavras do técnico, ou então de chocar de frente com elas. 

ADENDA - Corona, excluído devido à lesão sofrida no treino desta sexta-feira, e Adrián López, que passa de titular a não convocado são as más e as excelentes notícias, respectivamente.

Sem comentários:

Enviar um comentário