sexta-feira, outubro 28, 2016

O milagre económico foi anunciado para janeiro


Como absorver um prejuízo de 58 milhões e terminar um exercício com um lucro de 2,7 milhões de euros?
Fácil, queira tomar notas:

1- Obtenha uma receita de 115 milhões de euros com a venda de jogadores (não distinga venda de "mais valias");

2- Diga que vai encaixar 30 milhões com a participação nas provas europeias e 23,6 milhões com direitos televisivos, entre outros (ou seja, garanta presença nos oitavos de final);

3- Se chegou bem até aqui, até pode aumentar os custos do seu clube: 69,5 milhões de euros em gastos com o pessoal e 38 milhões de euros em fornecimentos e serviços externos. Mas não anuncie o novo recorde: 116,5M€, os custos operacionais mais altos de sempre...

4- Perguntas sobre vendas de jogadores, diga que assume 47 milhões em custos com transações de passes de jogadores e 32,4 milhões em amortizações e perdas por imparidade com passes (não deverão haver mais perguntas);

5- Continue a pagar zero à CM Gaia, pelo seu Centro de Estágio, propondo o presidente da edilidade, Eduardo Rodrigues, sociólogo de renome, para o cargo de Administrador "não executivo", em substituição de um "executivo" (Antero Henrique).

6- Aprove rápido este orçamento, peça aos centrais para continuarem a melhorar, ao Danilo que segure pelo pescoço o nosso meio-campo, ao Herrera para que vá para longe dele, ao Olivier que imite mais um 10 do que um 8, ao Jota que continue a permite que o André Silva corra de frente para a baliza e os continue a meter "lá dentro".

7- Reze todos os dias.

Clique para aumentar

Sem comentários:

Enviar um comentário